Eu conheço você.

Há dias este texto está borbulhando dentro de mim. Eu preciso que você saiba de uma coisa.

Se você comenta aqui no blog ou interage comigo no Twitter ou por email com alguma frequência, eu conheço você. E o seu blog. Eu lembro de você.

Eu conheço você.

Eu conheço você.

Se alguma vez não respondi, não foi por falta de interesse. Foi por pura falta de tempo. De verdade.

Mas eu li com atenção cada palavra que você me deixou. Eu dei importância. Fiquei feliz por ter ajudado, ri das suas piadas, tive certeza que as coisas negativas que você porventura disse sobre si mesmo não são verdade. Fiquei torcendo para que você conseguisse seguir em frente, vencer o desafio que estava enfrentando, fazer o que queria. Meu coração e meu sorriso se abriram com as palavras de agradecimento, apoio e carinho que você escreveu.

Mesmo quando não pude dizer nada disso.

Eu conheço você.

Eu me importo com você.

A sua companhia tem para mim um valor tão grande que nem sei dizer.

Eu me interesso por todas as pessoas que lêem meu blog, mesmo as que nunca dizem nada.

Café para você

Mas quando você fala comigo, me deixa entrever a face humana que há do outro lado, acontece uma coisa muito mais profunda. A humanidade que há em mim sorri com a humanidade que há em você. Acena. Suspira.

Sonha com conversar em uma manhã fria, sobre duas xícaras de café ou um bom chimarrão.

Como isso não é possível, faço o melhor que posso. De vez em quando deixo o trabalho de lado para responder comentários. Respondo emails com meses de atraso, morta de vergonha. Procuro ser útil, fazer coisas que possam ajudar você a vencer seus desafios.

E agradeço todos os dias porque há pessoas como você.

Que me estendem a mão, me dão de presente um sorriso. Uma risada.

Eu me importo. Eu lembro.

Eu conheço você.

Era isso.

Images: Zitona | D. Sharon Pruitt – CC By.

36 Comentários

Página 1 de 1
  1. João
    João 27/07/2012 às 9:27 am Responder

    Adorei o texto, primeiro porque tenho a mesma sensação em relação aos leitores do meu blog. Tenho um carinho especial por cada um deles, e sinto como se os conhecesse.
    E depois, porque também conheço você Nospheratt, porque acompanho seu blog desde sempre, porque já aprendi muito com ele, e porque clico ansiosamente no link cada vez que meu Google Reader mostra um novo post do Blosque.
    Daí tenho essa relação engraçada com você, sentindo como se a conhecesse, e como se você falasse diretamente comigo em seus posts.
    Parabéns e obrigado pelo lindo post!

    1. Nospheratt
      Nospheratt 09/08/2012 às 11:47 am Responder

      Que bom que você entende! 🙂 E você me conhece, e eu te conheço, embora não pessoalmente. 😉 Obrigada pela companhia!

  2. Nestor
    Nestor 27/07/2012 às 9:31 am Responder

    Muito lindo o texto.
    Com certeza tem sua marca registrada, sua cara, profundo, abstrato, belo, inexplicável.

    Abraços.

    1. Nospheratt
      Nospheratt 09/08/2012 às 11:47 am Responder

      Muito, muito obrigada por suas lindas palavras! 🙂

  3. Roberto Lima
    Roberto Lima 27/07/2012 às 10:39 am Responder

    “Mas quando você fala comigo, me deixa entrever a face humana que há do outro lado, acontece uma coisa muito mais profunda. A humanidade que há em mim sorri com a humanidade que há em você. Acena. Suspira.”
    Então, falei noutro dia sobre ter parado com meus blogs, a falta de interação dos leitores me dá nos nervos. Não, não chega a tanto, mas fica um vazio imenso entre meu texto e a sensação de nada do outro lado.
    E por isso o ivivaz e o viageiro estão parados há muito, muito tempo. Não me falta inspiração, não me falta o que dizer. Poderia escrever todos os dias. Mas a falta de respostas desacorçoa. Tenho usado muito o Face para levar minhas idéias. Não é o que julgo o melhor meio, mas funciona. Tenho respostas diretas, diárias, aumentando de forma significante.
    Mas foi bom ler seu texto, saber de Você, como Você age em relação aos comentários. Que para mim faltam.

    1. Nospheratt
      Nospheratt 09/08/2012 às 11:52 am Responder

      Olha, essa questão de falta de comentários tem uma causa nova, faz já alguns anos: as redes sociais. Muita gente em vez de comentar dá um “gostei”, twittta, essas coisas. Mesmo aqui, a quantidade de comentários não é mais o que foi um dia (mas não estou reclamando, um número menor me permite conhecer melhor as pessoas que comentam!!)

      Eu sei que é frustrante, mas talvez uma “solução” seja procurar essas respostas onde elas podem estar – mesmo que seja fora do blog.

      Por último, acho que se você tem o que dizer, tem vontade de escrever, devia escrever… acho uma pena que você pare com seus blogs. Não desista! 🙂

  4. Cintillante
    Cintillante 27/07/2012 às 11:11 am Responder

    Eu também conheço você por me ensinar tantas coisas para melhorar o meu blog. Estou sempre em crescimento e por isto valorizo suas dicas.
    Visite meu blog e faça um comentário, a sua opinião é importante.

    1. Nospheratt
      Nospheratt 09/08/2012 às 11:54 am Responder

      Dei uma olhada, e acho que você está no caminho certo! 🙂

  5. Telma
    Telma 27/07/2012 às 1:47 pm Responder

    Muito interessante!
    Eu cheguei a pensar que era transparente para você. (brincadeirinha…)
    O que vislumbrei hoje foi uma multidão de leitores do blosque reclamando que você não responde para eles, acertei? (Não precisa responder, basta balançar a cabeça, eu vou entender.)
    O curioso é que eu também não consigo responder a todos os comentários do meu blog, embora ele seja bem mais novinho que o seu e com muito menos comentaristas. Mas isso é outra coisa, não vamos especular sobre os motivos neste momento.
    Quanto ao comentário do Roberto Lima, acima, sinto-me solidária com ele, é chato prá caramba a gente ver os comentários dos blogs bombando e nossa área de comentários lá tristinha, abandonada, sem graça… Nem panacas comentam, quanto mais intelectuais…
    Surge aquela dúvida: “Será que escolhi o tema errado para direcionar meus esforços?” Mas qual o quê, é disso que eu gosto, outro assunto me desanimaria ainda mais!
    Saiba que eu também estou aqui, sempre lendo o que você escreve, sempre interessada em suas palavras, mas nem sempre pronta para dizer isso a você.
    bjs

    1. Nospheratt
      Nospheratt 09/08/2012 às 11:58 am Responder

      Pois muito se enganou, eu conheço seu tear! 🙂

      E não, ninguém reclamou. Eu é que sempre estou preocupada com todas as coisas que não consigo responder, e achei que seria bom explicar isso publicamente. 🙂

      Sobre os comentários já falei, não vou repetir. Mas sobre o tema, concordo plenamente com você. Se eu escreve sobre besteiras e assuntos populares teria muito mais audiência e mais comentários e mais tudo… mas não é o que eu quero. Não me interessa esse tipo de coisa. Prefiro a companhia de vocês!! 🙂

      E obrigada pela SUA companhia, mesmo que muitas vezes silenciosa. ^^

  6. Julia
    Julia 27/07/2012 às 2:24 pm Responder

    Aquele momento que todos que achavam que você não dava bola a eles levam um tapa na cara.

    Muito Bonito seu texto e obrigado por se importar conosco! Obrigado Mesmo!

    1. Nospheratt
      Nospheratt 09/08/2012 às 11:59 am Responder

      Eu me importo mesmo, mais do que posso dizer. Obrigada digo eu, por estar aqui e pelo apoio! 🙂

  7. Simone
    Simone 28/07/2012 às 1:28 am Responder

    Que legal. Porque o que você escreve vale a pena.

    1. Nospheratt
      Nospheratt 09/08/2012 às 12:00 pm Responder

      Obrigada, de verdade! 🙂

  8. Linnie
    Linnie 28/07/2012 às 4:15 am Responder

    Ai gente, para. ~chuta~ Vocês sentiram a carga emocional que esse texto tem?
    Né, porque eu chorei aqui. Meus olhos marejaram aqui: “Eu preciso que você saiba de uma coisa.” O resto do texto foram só lágrimas e mais lágrimas. Mas eu ria enquanto chorava. É um texto tão intenso, vivo e sentimental.

    Eu achei isso realmente lindo Nospheratt, senti como se fosse para mim, sabe? Na verdade foi… Foi um desabafo tão sincero que eu senti cada parte da minha mente reagir as suas palavras. Como se você estivesse aqui do meu ladinho falando cada coisa e explicando que sou especial e que com certeza faria falta.

    Você sabe que me ajudou, você falou que se lembra dos seus leitores, não é? :3 Mas eu fico me perguntando, quantas pessoas, além de mim, saíram da sua zona de conforto e passou a seguir os seus conselhos. Quantas pessoas você já deve ter motivado com um texto no seu blog? Eu acho que isso é o que te faz parecer uma pessoa incrível pra mim. :3

    Sei que você deve ter um monte de defeitos, mas você me transmite uma calma tão grande, serenidade, paz, luz, amor e chance. Chance de tentar e tentar de novo. Como meu pai fazia comigo quando eu era criança, ele era tão gentil e fofo. Eu vejo muito dele em você, pelo menos no que eu leio aqui. Se eu errava, ele não passava a mão na minha cabeça, me mostrava no que eu errei, fazia eu entender e depois mandava eu fazer de novo. Você faz muito isso comigo.

    Eu já li muitos livros e auto-ajuda, é sério, me fale nome de uns 10 que eu te falo o que tem neles. Mas a sensação que eles transmitem é temporária. Eu fiquei lendo por quase um mês seus textos quando pensei o quão genial eu poderia ser se fizesse o que você indicava. Sabe, é difícil. Muito difícil, eu poderia simplesmente passar o dia dormindo e no twitter com minhas amigas. Sair de lá pra estudar e escrever é bem triste pra mim, ali é minha zona de conforto. Mas só de pensar em como vou me sentir melhor me sentindo bem por ter dado mais um passinho para alcançar algum objetivo, eu fico feliz.

    Sabe, eu descobri que eu gosto de escrever e gosto muito. Se eu estou triste ou magoada, eu escrevo e parece que fiz um mês de terapia – é sério -. É algo que não consigo explicar, mas eu me sinto importante. Muito importante. Lendo esse seu texto agora, me senti dez mil vezes mais importante. :3 Sabia que agora eu escrevo para dois sites com públicos totalmente diferentes? Eu nunca me imaginei fazendo algo assim. Eu nunca me imaginei fazendo nada na verdade. É muito bom descobrir algo que você simplesmente ama fazer. Como eu escrevo tão bem e não sabia disso?

    Mas sabe, foi graças a você. E a mim também, é claro, por ter tomado a iniciativa. É muito bom ver um texto meu sendo postado e os leitores vindo elogiar em como eu estou progredindo e sendo mais clara. Eu estou amando a minha vida nova. Meus amigos esperam que eu entre em mais uma crise depressiva a qualquer momento, como sempre foi. Mas faz mais de dois meses que isso não acontece. E mesmo que ela venha me perturbar qualquer dia desses, eu saberei como combatê-la.

    Só descobri que eu não nasci para ser a coitadinha da história, creio que agora sou a heroína que conseguiu salvar a própria vida do comodismo e do demônio do amanhã. Mas isso não teria acontecido sem o seu blog.

    Eu quero realmente transmitir o bem que você me faz, te mostrar o quão você é especial, porque eu nunca vou esquecer aquela mulher que está me ajudando a descobrir quem eu sou. E eu fico feliz em saber que você realmente se importa com os seus leitores. Não é como se eu já não tivesse percebido isso, mas esse texto foi só mais uma confirmação do amor que você tem por aqueles que te valorizam. Você é muito fofa. ♥

    Vou sempre torcer pelo seu progresso como blogueira, profissional e mulher, porque você merece muito amor e carinho.

    “Eu conheço você. Eu me importo com você.” ~chora~ ~chora~ ~chora~ Ai, eu já disse que você é uma fofa? *–* HSUIAHSUIASHAUIHSAUIS

    Estarei esperando sempre novas postagens. õ/

    Beijos da Linnie do amor e da justiça! :**

    1. Nospheratt
      Nospheratt 09/08/2012 às 12:31 pm Responder

      Tá, estamos quites, porque DE NOVO estou tão emocionada que nem sei como responder isso. Foi sincero, sim, e foi pra você, sim. Eu lembro, vou lembrar sempre, já disse. Sim, eu tenho um monte defeitos, claro que sim.

      Mas se tem uma coisa que me orgulho de ter feito, é ter te dado essa idéia de te dar a chance de tentar e tentar de novo. Isso, isso é o que eu faço, e é o que você merece. Sempre.

      E zona de conforto todo mundo tem, se fosse por mim eu dividia meu dia entre Twitter e ler livros. 😛 Mas é como você disse, a gente se sente MUITO bem quando faz outras coisas também. Quando sai da zona de conforto e aprende, se supera, evolui. Como você faz.

      Sobre escrever, te entendo perfeitamente porque acontece exatamente o mesmo comigo. Escrever é terapia, é diversão, é tudo. 🙂 E você É importante, nunca, nunca duvide disso. Você é um ponto de luz no meu Universo, e tenho certeza que no de outras pessoas também.

      Eu sabia que você escreve bem, pelo texto-comentário que me deixou. Sério, achei uma pena quando você disse que não gostava de escrever, achei tanto talento desperdiçado… E agora você vem e me diz que escrever pra dois sites! o/ Eu gostaria de saber quais são, se você não se opõe. 🙂

      E sim, o mérito é seu!! Fico feliz de ter te dado impulso, mas nenhuma mudança teria ocorrido se VOCÊ não se mexesse. Você é mesmo a heroína da sua vida. Você me mostrou uma maturidade enorme, e tenho certeza que tem uma vida brilhante à frente! 🙂

      Obrigada, Linnie, por mais do que você pode imaginar. Você me transmite tudo o que disse e mais ainda. Me alegra a alma. Conte sempre comigo! 🙂

      E eu também chorei com seu comentário, tá? Beijo enorme! :**

  9. denise rangel
    denise rangel 31/07/2012 às 12:54 pm Responder

    Nossa,
    É tão estimulante isto: falar com as pessoas e elas interagirem com você. Obrigada por nos lembrar disto. O blog é uma coisa viva, você me ensinou.
    Conhecer você é realmente algo especial.
    beijo, menina

    1. Nospheratt
      Nospheratt 09/08/2012 às 12:33 pm Responder

      Denise, conhecer você é que é realmente algo especial. 🙂

  10. Celival Lobo
    Celival Lobo 04/08/2012 às 12:48 pm Responder

    Obrigado, Nosph, muito obrigado… por tudo.
    Torço sempre pelo seu progresso e sucesso.

    1. Nospheratt
      Nospheratt 09/08/2012 às 12:43 pm Responder

      Obrigada por tudo digo eu a você, hoje, sempre. :*

  11. Arlane Gonçalves
    Arlane Gonçalves 04/08/2012 às 1:09 pm Responder

    Ôxi que texto lindo.
    Com disse a Denise Rangel, “O blog é uma coisa viva, você me ensinou.”.
    Obrigada por tudo, Nospheratt, e obrigada por se importar 🙂

    1. Nospheratt
      Nospheratt 09/08/2012 às 12:44 pm Responder

      Não tem o que agradecer. Minha vida não seria o mesmo sem sua companhia. 🙂

  12. Logan
    Logan 05/09/2012 às 12:36 am Responder

    Meus olhos se encheram de lágrimas.
    Senti como se um amigo tivesse aqui ao meu lado. Interessante, você disse que se importa mesmo com aqueles que não dizem nada. Bom eu ERA um desses, você mostrou que se importa comigo, e isso conforta. Eu conheço você, sou leitor do seu blog (de todos eles), as vezes acho até que sou fanático.Mas não. Sou aprendiz, seu aprendiz.
    Me arrependo. Me arrependo de não ter interagido mais. Me arrependo de não ter conhecido você a mais tempo. Obrigado.

  13. andre
    andre 26/01/2013 às 7:26 pm Responder

    Gostei muito do seu texto. Foi muito motivador e dá para ver que você adora os seus leitores. Obrigado 🙂

  14. Ronaud
    Ronaud 06/04/2013 às 12:20 am Responder

    Que texto lindo !!! o.O

    1. Nospheratt
      Nospheratt 17/04/2013 às 11:39 am Responder

      =) E totalmente verdadeiro. 😉

  15. Telma
    Telma 17/04/2013 às 1:59 pm Responder

    Ora, ora, quanto tempo sem escrever!
    Ando saudosa, curiosa e ávida por um novo texto seu…
    beijinhos

    1. Nospheratt
      Nospheratt 17/04/2013 às 2:05 pm Responder

      Oras, eu publiquei um post hoje mesmo! :p

      Bom ver você por aqui! 🙂

  16. Debora Claudia Pereira Rega
    Debora Claudia Pereira Rega 09/07/2013 às 12:24 am Responder

    vim te conhecer para aprender um pouco com vc sobre plágios,é muito bom saber que sempre tem alguém que pode nos ajudar e aconselhar o que devemos fazer,mesmo que não conheça a gente pessoalmente!kkkkkkkkkk
    Do jeito que escreve,parece que estamos tomando um cafézinho e batendo um papo,e aprendendooooooooo!!!!!KKKKKKKKKKKNão ocupa espaço,esclarece e ainda perpetua conhecimento,obrigada!Valeu pela ajuda!bjs

  17. Greice
    Greice 28/03/2014 às 9:38 am Responder

    Emocionada!! As palavras de seu coração chegaram ao meu.
    Sucesso, flor!!!

  18. claudia ines
    claudia ines 30/04/2014 às 5:09 pm Responder

    Olá, Estou entrando nesta área de internet agora, estou desempregada e desejo criar um blog,mas antes de tudo estou a procura de conhecimentos para fazer o melhor e correto possível, tive a grande sorte de encontrar este blog maravilhoso, que está me ajudando muito, esclareci diversas dificuldades e dúvidas. Adorei a forma direta e objetiva que posta seus conteúdo tão valiosos e preciosos principalmente para mim que estou começando agora, sou muito comprometida e persistente com os meus objetivos, você me encorajou ainda mais e fortaleceu um dos princípios mais importante para mim: Ética, respeito e compromisso. Muito obrigada, valeu as dicas. Bjus no coração… Cláudia

  19. Atmos Maciel
    Atmos Maciel 30/05/2014 às 6:25 pm Responder

    Não “melosidade”, nem frescura.
    Mas, desde o Blosque até aqui. Passando por toda web… Esses é um dos textos mais lindos que eu já li na internet.

  20. Aline
    Aline 16/08/2014 às 10:51 pm Responder

    Que blog lindo! Mais lindas as palavras. Conheci o Blosque, o outro, em 2006.Que maravilha sua nova casa. Sucesso!

  21. celival lobo
    celival lobo 15/03/2015 às 9:29 am Responder

    oi, nosph, acho que essa você ainda não conhece. ouça aqui https://www.youtube.com/watch?v=nxxNkoINe6Y

  22. Mensagens de Amor para Celular

    Eu também sou adepto as palavras românticas. E este texto me emocionou muito. Você tem muito talento Nospheratt, vou continuar te acompanhando e aprendendo mais com você. Obrigado por compartilhar sentimentos tão belos.

Olá! Tenho duas sugestões para você:

Antes de deixar seu comentário, saiba Como Não Embarrar o Tapete.

Se você tem dúvidas, dê uma olhada no FAQ You. Quem sabe a resposta está lá; já vi coisas mais estranhas acontecerem. :P

Deixe seu Comentário